Nova Prata, sábado | 20 de abril de 2019

Prefeitura Municipal de Nova Prata

This is an example of a HTML caption with a link.

Reunião busca alternativas para instalação de redutores de velocidade em rodovia

Última atualização em 14/02/2018 16:08:03

 

Foi realizada na tarde da sexta-feira, 28 de abril, no auditório da Casa da Cultura um encontro que objetivou buscar soluções para a instalação de redutores de velocidade na rodovia que corta o municípo, em especial nos acessos aos bairros de Nova Prata.

Estiveram presente naquele dia, o deputado federal José Stédile, que integra a Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados; o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT/RS, Hiratan Pinheiro da Silva e o chefe de serviços da Unidade Local do DNIT/RS, de Vacaria, Adalberto Jurach; o prefeito Volnei Minozzo, o vice-prefeito Sérgio Sottili; o chefe de Gabinete, João Rui; os vereadores Ademir Concolatto, Claudiomiro Koprowski, Clarice ChiomentoMinozzo, Luciane Bristot e Roseli Albuquerque; além de representantes da Polícia Rodoviária Federal, a vice-diretora da escola André Carbonera, LoreniTonin; a secretária municipal de Educação, Elaine Casanova; além de representantes de entidades e da imprensa. O DAER foi convidado, mas não compareceu.

Ao iniciar o debate, o prefeito cumprimentou os presentes e deixou clara a preocupação do Poder Público em buscar coletivamente soluções para as demandas que surgem, como é o caso dos acessos aos bairros da cidade que são cortados pela rodovia, em especial ao bairro São Peregrino, onde já foram registrados inúmeros acidentes após a retirada da lombada eletrônica que havia no local. De acordo com Stédile, ele se propõe a intermediar negociações para a instalação de redutores. Hiratan, do DNIT, explicou que o trecho da BR 470 em questão está sob responsabilidade do DAER, que não teve representantes no encontro.

Os vereadores também demonstraram interesse em buscar soluções para o assunto e relataram que os munícipes os procuram preocupados com a questão, uma vez que a travessia da rodovia tanto para pedestres quanto para motoristas oferece riscos. De acordo com o ex-vereador, Sebastião Mamede (Paraíba), há documentos protocolados desde outubro de 2015 junto ao DAER solicitando soluções após a retirada da lombada eletrônica da rodovia.

Ao final, o deputado propôs uma audiência com o DAER para encaminhamento de alternativas.

 

 

 

© Todos os direitos reservados - www.novaprata.rs.gov.br
Webprata