Nova Prata, quinta-feira | 13 de dezembro de 2018

Prefeitura Municipal de Nova Prata

This is an example of a HTML caption with a link.

A importância do diagnóstico precoce do Câncer Infantil

Última atualização em 14/02/2018 16:08:03

 

Na noite de quinta-feira, 27 de outubro, aconteceu, na Câmara de Vereadores, a palestra “Diagnóstico precoce de câncer infantil”.

Na oportunidade, foi destacada a importância de saber identificar os sintomas iniciais da doença, pois, quanto antes diagnosticada, mais eficaz será o tratamento e, consequentemente, o paciente terá mais chances de vida.

A secretária de Educação e Cultura, Elaine Maria Casanova, agradeceu a disponibilidade de todos os presentes e afirmou que o encontro seria proveitoso.

A presidente da Liga Feminina de Combate ao Câncer de Nova Prata, Neuza Berquó também agradeceu a presença de todos.

O palestrante da noite e presidente da DOMUS, Rocco Francesco Donadio, falou que é fundamental que, especialmente os pais ou responsáveis e os professores, desconfiem da mudança de comportamento das crianças e dos adolescentes e que busquem a ajuda médica para diagnosticar ou descartar a possibilidade de tumores.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer – INCA, os tumores mais frequentes em crianças e adolescentes são as leucemias, os do sistema nervoso central e linfomas. Ainda, conforme o INCA, no Brasil, o câncer já representa a primeira causa de morte por doença entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, para todas as regiões e estima-se que o sul do país, apresentará em 2016 e 2017 o terceiro maior número de casos novos (1.320) por ano.

A realização foi da Domus (Casa de Apoio da Criança e do Adolescente com Câncer da Serra Gaúcha). Contou com apoio da Administração Municipal, através da Secretaria de Educação e Cultura, e da Liga Feminina de Combate ao Câncer.

 

Mais sobre a DOMUS

É uma associação civil, pessoa jurídica, de direito privado, de caráter social, assistencial, beneficente, sem finalidades lucrativas, e/ou econômicas. Seu objetivo é acolher e amparar crianças e adolescentes portadores de doenças oncológicas com idade limite de 17 anos e 364 dias, bem como aos seus familiares, acompanhantes responsáveis, através da promoção de ações nas áreas de assistência social, recreativa, educacional, espiritual, psicológica e da saúde, que contribuam para o seu bem-estar, durante sua permanência na sede da entidade.

 

Fotos: Ediane Bussolotto / PMNP

 

Secretária de Educação e Cultura, Elaine Maria Casanova

 

Presidente da Liga Feminina de Combate ao Câncer de Nova Prata, Neuza Berquó

 

Presidente da DOMUS, Rocco Francesco Donadio

 

 

 

© Todos os direitos reservados - www.novaprata.rs.gov.br
Webprata