Nova Prata, segunda-feira | 24 de setembro de 2018

Prefeitura Municipal de Nova Prata

This is an example of a HTML caption with a link.

Outubro Rosa: sensibilização continua

Última atualização em 14/02/2018 16:08:03

 

Na tarde da terça-feira, 18 de outubro, foi realizada uma atividade alusiva ao Outubro Rosa no salão do bairro São Peregrino, quando as agentes comunitárias de Saúde e profissionais da Unidade de Estratégia de Saúde da Família promoveram uma sensibilização com a comunidade com o relato de Claudia Agostini, que está tratando a doença. As agentes também realizaram uma campanha para arrecadar lenços e entregaram a ela para encaminhar à clínica de oncologia onde se trata, em Bento Gonçalves. Na ocasião, também foram apresentados vídeos, passadas mensagens de motivação e dadas dicas de prevenção.

Confira as próximas atividades do Outubro Rosa:

No dia 19.10, o ESF Santa Cruz estará aberto das 15 às 20 horas para atividades especiais voltadas à saúde da mulher. Além dos profissionais da unidade, outros da área da psicologia, fisioterapia estarão oportunizando informações sobre sexualidade, climatério, entre outros temas. Também será realizada coleta para exame preventivo de câncer de colo de útero, limpeza dentária e atividades como massagem e manicure.

No dia 29.10, o ESF São Cristóvão promove a tarde da beleza, a partir das 14 horas, no salão daquela comunidade. Serão oportunizadas atividades voltadas à autoestima das mulheres e também bailinho com o objetivo de promover a qualidade de vida através do encontro, da recreação e da dança.

Agentes de Saúde com Cláudia Agostini

 

Algodão doce cor de rosa para alegrar os participantes da atividade

 

Prevenção: é o melhor para a saúde

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer – INCA, a prevenção primária do câncer de mama está relacionada ao controle dos fatores de risco conhecidos e à promoção de práticas e comportamentos considerados protetores.

Os fatores hereditários e os associados ao ciclo reprodutivo da mulher não são, em sua maioria, modificáveis; porém fatores como excesso de peso corporal, consumo de álcool e terapia de reposição hormonal, são, em princípio, passíveis de mudança.

Estima-se que, por meio da alimentação, nutrição, atividade física e gordura corporal adequados, é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama no Brasil. Como medidas que podem contribuir para a prevenção primária da doença, estimula-se, portanto, praticar atividade física regularmente, manter o peso corporal adequado, adotar uma alimentação mais saudável e evitar ou reduzir o consumo de bebidas alcóolicas. Amamentar é também um fator protetor.

Qualquer alteração no seu corpo, procure a unidade de saúde mais próxima.

 

 

 

© Todos os direitos reservados - www.novaprata.rs.gov.br
Webprata